Home / Dicas Para Seu Carro

Dicas Para Seu Carro

Manutenção Corretiva X Preventiva

A maioria dos motoristas e donos de automóveis esperam acontecer algum problema no veículo para procurar uma oficina mecânica. Na maioria das vezes o que leva um cliente a procurar ajuda são:

  • Trepidações no volante;
  • Ruídos;
  • Vazamentos de óleo, água ou combustível;
  • Folgas;

Isto é manutenção corretiva, esperar o problema aparecer, para então corrigi-los. Ou seja, trata-se de manutenção não periódica causada por falhas e erros.

Apesar de aparentar ser esta a atitude correta, devemos pensar com mais cuidado, por exemplo: Será que devemos esperar os freios de um veículo falhar para que possamos fazer a sua manutenção?

Levar o veículo na oficina para fazer revisões periódicas é uma atitude coerente, e na maioria das vezes, baixa o custo total de manutenção do veículo, já que quando um componente com desgaste, continua trabalhando, pode comprometer os demais componentes à sua volta. Um exemplo bem simples é o da pastilha de freio: Caso a pastilha de freio não seja trocada antes do material de atrito chegar ao fim, o disco de freio será danificado, ou seja, será necessário trocar o disco de freio e as pastilhas.

Em resumo, a manutenção preventiva traz uma série de benefícios, já que as ações são tomadas antes da maioria das falhas aparecerem, aumentando a segurança para os usuários e, em muitos casos, baixando o custo total de manutenção do veículo.

PNEUS

Muitas vezes os pneus de um veículo não recebem a devida atenção. Afinal, os pneus são a única parte do automóvel que está em contato com o solo.

Para que os pneus estejam em boas condições de uso, eles devem estar sem bolhas em sua parede lateral, respeitando também o nível máximo de desgaste indicado pelo fabricante.

O desgaste do pneu deve ser uniforme e precisa ser calibrado periodicamente com a pressão correta indicada pelo fabricante do veículo.

Caso os pneus do seu veículo apresentem desgaste excessivo em um dos lados, leve-o até uma empresa de alinhamento técnico. Em alguns casos, certos componentes da suspensão podem estar comprometidos.

Dicas de Manutenção

Borra de óleo no motor. Hoje em dia, não é raro encontrarmos formação de borra no óleo dos motores dos veículos. Esta borra é ocasionada principalmente por:

  • Contaminação do óleo por gasolina adulterada;
  • Mistura de óleos de composições diferentes;
  • Não efetuar a troca de óleo no intervalo recomendado.

Selecione um posto de gasolina de confiança para abastecer o seu veículo, de preferência, abasteça sempre no mesmo. Caso seja necessário efetuar um abastecimento de emergência em um posto que não transmita confiança, coloque a menor quantidade possível de combustível, e guarde a nota fiscal.

Para completar o óleo do motor, utilize a mesma marca, a mesma composição e a mesma viscosidade do óleo que já está no motor.

É importante que o intervalo de troca de óleo seja respeitado, sendo que este intervalo deve ser indicado sempre pelo fabricante do motor, nunca pelo fabricante do óleo.

 

Top